Muitas pessoas possuem dúvidas em como pintar MDF, pois não sabem o que precisa ser feito antes de passar a tinta, se existe uma tinta especifica para este tipo de madeira e ficam com medo de deixar a peça com falhas e não deixar a pintura lisinha.

Se você também quer saber como fazer uma pintura em MDF, saber qual o tipo de tinta para esta madeira e o passo a passo para deixar a pintura perfeita, acompanhe este artigo até o final!

O que é MDF?

Para melhor entendimento, vamos aprender o que é MDF e qual a diferença que esta madeira apresenta quando comparada com uma madeira maciça, aglomerado ou compensado.

A madeira do tipo MDF é produzida com fibras de madeiras florestais ecologicamente corretas. Estas fibras são unidas através de uma resina sintética e compactadas junto com a ação de pressão e calor em uma prensa de ação contínua. Este processo resulta num produto mais resistente à usinagem do que o aglomerado, podendo ser torneado e entalhado; abrindo um grande leque de aplicação para este tipo de madeira.

Apesar de não ser totalmente imune à água, o MDF é mais resistente à umidade do que o aglomerado; porém não é mais resistente à umidade do que o compensado. Vamos para a pintura em MDF.

Pré-tratamento do MDF para pintura

O pré-tratamento que deve ser dado ao MDF é o mesmo aplicado a outros tipos de madeira. Numa sequência de 5 passos é possível você aprender como pintar MDF.

00-capa-como-pintar-madeira-1

 

Descubra como pintar profissionalmente uma porta de madeira nova ou já pintada mesmo que você seja iniciante

Seu email está 100% seguro.

 

PASSO #1  – PRÉ-TRATAMENTO

Considerando que a peça em MDF nunca foi pintada, ela deve ser primeiramente lixada com lixa fina. Uma peça de MDF terá partes da chapa mais lisa que as outras partes da madeira onde ela foi cortada. Estas partes lisas também devem ser lixadas para melhorar a aderência da tinta na madeira. Com o lixamento, também é possível o acerto da peça nos locais de emenda ou corte; melhorando o aspecto visual da mesma. Use lixa para madeira 300 ou mais fina.

PASSO #2 –  LIMPEZA

Remova todo o pó gerado na etapa de lixamento, usando um pano seco ou um aspirador de pó.

PASSO #3 – APLICAÇÃO DE TINTA DE FUNDO

Aplique um fundo preparador para madeira, caso for usar tinta a óleo ou esmalte, para acabamento. Aplicar selador para madeira, caso for usar verniz para o acabamento. Espere secar. Verifique o tempo de secagem para lixamento da tinta de fundo usada; e faça um lixamento leve superficial, para garantir uma boa aderência da próxima demão. Terminado o lixamento, faça uma limpeza com pano seco, removendo todo o pó gerado.

PASSO #4 –  REPAROS OU NIVELAMENTO

Caso seja necessário reparos ou nivelamento da madeira, aplique massa própria para madeira, com o auxílio de uma espátula flexível ou desempenadeira de aço, corrigindo assim todas as imperfeições. Aguarde a secagem total da massa e lixe novamente para nivelar a superfície. Atenção para a compatibilidade da massa com a tinta usada anteriormente. O ideal é que a massa seja a indicada pelo fabricante das tintas aplicadas.

PASSO #5 –  APLICAÇÃO DA TINTA DE ACABAMENTO

A tinta para madeira MDF é a mesma para ser aplicada em qualquer madeira. Gostaria de esclarecer que não existe tinta especial para MDF.

Ao escolher o verniz ou tinta a ser aplicada, o produto escolhido deve ter 2 características muito importantes para que o seu trabalho não seja perdido:

  1. Deve ser compatível com a tinta de fundo e com a massa; caso esta última tenha sido usada;
  2. Deve ser adequada ao ambiente onde a peça vai estar; se é ambiente interno ou externo.

Aplique 2 demãos de tinta ou verniz de acabamento. Após aplicação da primeira demão, aguarde o tempo de secagem para lixamento; informado pelo fabricante; e promova um lixamento leve usando lixa fina. Remova todo o pó gerado com pano seco ou aspirador de pó e aplique a segunda demão.

Dica final

Antes da dica final, quero lembrar que escrevi um e-book onde você pode aprender como reformar uma porta de madeira maciça, é gratuito, para receber o link no seu e-mail é só cadastrar na página, clique aqui.

Para finalizar fica a dica de, na hora de escolher a tinta ou verniz e a massa; adquira todos do mesmo fabricante e verifique se o fabricante permite a aplicação de um produto sobre o outro. Isto vai evitar problemas de incompatibilidade de tintas na sua pintura.

Para sua proteção, fica a recomendação de usar os EPIs (equipamentos de proteção individual) adequados a cada trabalho sendo eles:

  • Óculos de proteção
  • Luvas de borracha
  • Máscara para pó
  • Máscara para vapores orgânicos

Pronto. A sua pintura em MDF está concluída.

Este artigo fornece todo o conhecimento necessário para uma pintura em MDF passo a passo; de maneira que; se estes forem seguidos criteriosamente, o resultado vai ser um sucesso. Quer aprender a pintar todo tipo de maneira e ser tornar um profissional? Veja o curso que preparei para você! Para acessá-lo clique aqui

Se você gostou deste artigo, quiser mais alguma informação sobre pintura em MDF, deixe seu comentário abaixo e descreva sua dúvida. Compartilhe no seu perfil do Facebook, você pode ajudar algum amigo.

 

 

00-capa-como-pintar-madeira-1

Descubra como pintar profissionalmente uma porta de madeira nova ou já pintada mesmo que você seja iniciante

Seu email está 100% seguro.

 

Outros Artigos Relacionados

 

Como restaurar móveis de madeira

Como remover pintura de madeira

5 Erros que você NÃO deve cometer ao pintar uma porta de madeira com pintura velha


Rosemary Coutinho
Rosemary Coutinho

Rosemary coutinho é fundadora do site www.opintorconsultoria.com, é uma profissional formada em Química Industrial com mais de 20 anos de experiência na área de pintura, tintas e corrosão. Fez diversos cursos de aprimoramento nesta área, inclusive o de pintura industrial fornecido pela ABRACO e é também qualificada pela Petrobras como Inspetora de Pintura Industrial. Possui profundo conhecimento na área de qualidade, certificação em ISO 9000; documentação de qualidade, data-book de obras e é auditora interna da ISO 9001.

    22 replies to "Como Pintar MDF"

    • ana paula

      Olá. Por favor, um esclarecimento. Já vi em algum lugar (não me lembro onde) um aviso para não lixar o mdf cru, porque seria tóxico, e sim primeiro dar uma demão de fundo e depois lixar. Esta informação procede? Posso lixar o mdf cru usando uma máscara de pó normal? Obrigada.

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá, Ana. MDF é um tipo de madeira processada com resina. O seu pó de lixamento é tóxico para o sistema respiratório humano e por isso este procedimento deve ser feito usando-se máscara para pó. Mesmo depois que pintar o MDF, se for lixar a tinta da primeira demão, você deve usar a máscara para pó. Minha recomendação é que você use a máscara de pó sempre que for lixar e isto vale para qualquer tipo de lixamento. A informação procede, porém não só para MDF crú e sim para todo e qualquer lixamento. Obrigado pelo comentário.

    • Alex

      Olá.. nunca pintei nada.. rs.. mas estou com pensamento de fazer alguns pequenos moveis em mdf como hobby inicialmente, e reformar outros.
      No caso de pegar um movel antigo, em mdf, daquelas de cores meio amareladas sabe, esqueci o nome da cor, e eu quiser pintar.. 1º Como eles tem um revestimento, eu devo lixar esse revestimento? 2º faço todos os passos de pintar com um fundo ou já pode passar tinta direto nesse revestimeto que o mdf tem?
      3º Que tinta uso pra dar o efeito laca, aquele suprebrilhoso e liso?

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá Alex. Respondendo suas perguntas: 1) Sim, lixe o revestimento que já existe com lixa fina e levemente, para ajudar a aderência da nova tinta na antiga e também para eliminar alguma sujeira mais entranhada. 2)Passe a nova tinta de acabamento sobre a antiga. Não tem necessidade de aplicar tinta de fundo.
        3) Para um laqueamento, aquele bem brilhoso, você deve aplicar a tinta com pistola. A tinta para laquear a base de PU 2 componentes produz uma pintura muito bonita, brilhante e resistente aos intempéries, caso o móvel fique exposto no exterior. Obrigado pelo comentário.

    • CAMILLA

      Esse procedimento vale para MDF já pintado? teria que lixar tudo até sair a cor totalmente?

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá, Camilla. O procedimento de pintura que ensino no post é para a primeira pintura de MDF. No seu caso, você limpa a peça removendo alguma gordura que possa existir e lixe para promover aderência. Não há necessidade de retirar toda a tinta. Mas ao comprar a nova tinta, procure mudar só a cor se quiser. Procure usar o mesmo tipo de tinta que usou anteriormente. Isto vai evitar defeitos de pintura devido a incompatibilidade entre tintas. Obrigado pelo comentário.

    • Raquel Melo

      Olá, Rosemary! Tem acontecido com certa frequência da pintura arranhar facilmente. O que posso estar fazendo errado? Tenho seguido os passos como acima, ou seja, lixar, tinta de fundo, massa para madeira para correção de imperfeições… etc. a tinta que costumo usar é a esmalte eco da metalatex. O que posso fazer para minha peça durar mais tempo? Obrigada.

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá Raquel. O procedimento que você usa está correto. Quando você diz”pintura arranhar facilmente” eu entendo que o seu problema está na cura da tinta de acabamento. Verifica se está diluindo a tinta com a quantidade permitida pelo fabricante; não ultrapasse a quantidade de água. As características da resina da tinta só podem ser checadas após o tempo de cura total da tinta. Verifique também se você está exigindo qualidades da tinta antes que ela esteja totalmente curada. A limpeza da peça pintada deve ser feita sem uso de produtos abrasivos. Minha sugestão é que você prepare a tinta exatamente como indicado pelo fabricante, aguarde o tempo total de cura da tinta e verifica se o problema se repetiu. Se a pintura ficou como você deseja, seja rígida com estes parâmetros, que o problema não vai mais acontecer. Espero ter ajudado. Obrigado pelo comentário.

    • Norberto Pontes

      Oi Rosemary, muito bom suas instruções, mas faltou dizer se a pintura é com pincel ou pistola.

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá Norberto. O método de aplicação é de livre escolha. Você pode aplicar a tinta com pincel, rolo ou pistola. Obrigado pelo comentário.

    • Thiago Souza

      Bom dia Rosemary,

      Estamos nos desfazendo de um guarda-roupa em MDF que já estava ruim e gostaríamos de aproveitar as partes internas das divisórias (que são pequenas) para fazer prateleiras. Ele já veio na cor escura e gostaríamos de pintar na cor branco. Como podemos fazer? É necessário lixar? Pois, aparentemente, nas laterais dessas partes, existe um pedaço que é colocado (como uma “fita” de mandeira, ou outra coisa).

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá Thiago. Sim. É necessário lixar para aplicar a nova tinta. Bom trabalho. Obrigado pelo comentário.

    • Aureo Monteiro

      Olá Rosemary!!! Muito legal!!! Faço umas placas decorativas estou pensando em usar a Pistola para pintura. O que você acha?

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá, Aureo. A pintura com pistola fornece um aspecto visual mais homogêneo e com mais brilho quando comparada com a pintura com rolo ou pincel. Acho que vai ficar muito bom.
        Te desejo sucesso. Obrigado pelo comentário.

      • Simony

        Olá Rosemary!!! Amei suas dicas, estou querendo começar a fazer pinturas em MDF , gostaria de tirar uma dúvida… o aspecto brilhoso que fica na pintura de MDF é a partir da tinta de eu escolher ou da maneira de pintar?

        • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

          Olá Simony. O aspecto brilhoso é obtido com a tinta. Obrigado pelo comentário.

    • Denize

      Olá… obrigada pelas explicações.. mas poderia tirar uma dúvida ? Tenho percebido que se deixo as peças pintadas ou com verniz encostadas em outras peças ou com plastico em volta elas estão grudando… Quanto tempo a tinta seca realmente para a peça ser guardada ? Geralmente uso tinta com brilho ou verniz… tudo da acrilex ! Muito obrigada !

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá, Denize. O tempo de secagem total do verniz varia com a temperatura ambiente. Em dias muito quentes este tempo diminui e em dias frios e úmidos o tempo aumenta. Para você saber o tempo correto de cura total do produto que está usando deve procurar esta informação no boletim técnico do produto; em geral disponível na internet, na página do fabricante. Caso você não encontre a informação, sugiro solicitar na página de contato do fabricante do verniz. Obrigado pelo comentário.

    • Regina Hansen

      não falou QUAL TINTA USAR

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá, Regina. No passo 5 deste artigo eu explico que não existe tinta especial para mdf. Você pode escolher qualquer tinta para madeira que existe no mercado tendo apenas o cuidado para adquirir tintas do mesmo fabricante e a certeza que o fabricante indica a aplicação de uma sobre a outra; quando adquirir a tinta de fundo e de acabamento; para evitar problemas de incompatibilidade de tintas. Espero ter esclarecido. Obrigado pelo interesse.

    • Juliana Nogueira Vieira Gonçalves

      Olá. Estou pintando um banquinho e msm após o lixamento ele está áspero e porozo. Como devo prepara-lo

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá, Juliana. Uma maneira de melhorar esta aspereza é você fazer um lixamento com uma lixa grossa e depois passar para uma lixa com a granulometria em torno de 50% menor que a usada. Exemplo: lixa 80 e depois passa para 120. Esta é uma condição do grão mais fino remover o risco do grão mais grosso e assim a aspereza vai diminuindo. Outra maneira é você aplicar massa para madeira. Aplique uma camada fina de maneira que cubra os poros e assim você consegue uma superfície lisa. Espero ter te ajudado. Se tiver alguma dúvida para executar os procedimentos, entre em contato novamente. Grata pela mensagem.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.