Por falta de instrução e um conhecimento mais profundo da profissão, muitos pintores ou até mesmo pessoas leigas no assunto que não atuam como pintores profissionais, mas que querem fazer pinturas de madeira em casa; na hora de reformar porta de madeira, cometem erros e acabam deixando a porta pior do que estava quando iniciaram a pintura. Acredite você não é o único. Por isso, decidi escrever este artigo apontando “5 erros que você NÃO deve cometer ao pintar uma porta de madeira com pintura velha. Acompanhe este artigo e veja se você já fez alguns destes erros. Se você nunca pintou uma porta com pintura velha e não quer errar, siga estas instruções para não dar mancada e deixar sua porta como nova.

ERRO #1: Pular o pré-tratamento: isso vai comprometer a reforma da porta de madeira

Não pinte a porta só como se fosse fazer uma limpeza sem aplicar antes um pré-tratamento adequado, não use a pintura nova para cobrir sujeira e defeitos da pintura antiga, isso não vai dar certo. Mesmo que a intenção da pintura de porta de madeira seja de promover um aspecto de mais limpeza ou até de mais novo; sem o pré-tratamento a pintura se torna uma perda de dinheiro e tempo porque sua durabilidade fica muito comprometida. Se a porta de madeira estiver pintada com tinta, você deve no mínimo lavar toda a porta com água e detergente neutro, secá-la totalmente e aplicar um lixamento com lixa (fina, 360 a 400) até que todo o brilho seja removido. Retirar todo o pó gerado pelo lixamento e aplicar a tinta. Mas se a porta estiver envernizada, retire todo o verniz antigo com lixa grossa, depois proceda outro lixamento em toda a porta agora usando uma lixa mais fina, retire todo o pó e aplique o verniz.

ERRO #2: Aplicar tinta óleo na porta de madeira molhada ou úmida

Se for aplicar tinta a óleo, nunca aplique esta tinta na porta de madeira úmida ou molhada. A tinta a óleo possui uma formulação que é totalmente incompatível com a água; tanto sua resina como o seu solvente. Em geral estas tintas são diluídas em aguarrás e o bom profissional além de aguardar a secagem total da porta, antes de iniciar a pintura ele passa um pano úmido com aguarrás e aguarda novamente a secagem completa; esta última secagem é bem mais rápida.

Descubra como pintar profissionalmente uma porta de madeira nova ou já pintada mesmo que você seja iniciante

Seu email está 100% seguro.

 

ERRO#3: Pintar as laterais da porta sem avaliar se vai aumentar sua dimensão e impedi-la de fechar totalmente

Não pinte as laterais da porta sem antes avaliar criteriosamente as dimensões da mesma em relação ao portal. Quando a porta já passou por diversas repinturas, ela apresenta as suas dimensões iniciais alteradas para maior, devido ao acúmulo de tinta. Isto faz com que a porta perca a sua funcionalidade que é de encaixar no portal (batente), promovendo a segurança e a privacidade do ambiente. Quando suas laterais aumentam de tamanho, ela pode não encaixar mais no portal e o resultado final com certeza não vai agradar, pois de que adianta a porta limpa com pintura nova, mas que não fecha?  Então, se você verificar este problema na sua porta, preste atenção em como pintar uma porta de madeira usando o procedimento correto. Retire toda a tinta nos pontos de encaixe, com o auxílio de espátula e fazendo um lixamento manual ou elétrico. Desta maneira você vai poder pintar a porta nestes pontos sem que as dimensões atinjam valores que prejudiquem a sua funcionalidade.

ERRO # 4: Usar produtos vencidos

Nunca use tinta ou verniz vencido. Estes produtos químicos são formulados para resistir a determinadas condições climáticas de temperatura e umidade do ar enquanto aguardam ser utilizados. Após a abertura de suas embalagens, estas condições já se modificam, porém a resina mantém-se íntegra se forem obedecidas às exigências de condições de estocagem e estiver no prazo de validade. O fato é que quando a tinta está vencida, não há mais garantia do fabricante com relação às características da resina e consequentemente da tinta.

Gostaria de esclarecer que os fabricantes de tinta estendem o prazo de validade, quando se trata de um cliente potencial que solicite este serviço para um lote de galões ou baldes. No entanto, para isto acontecer, é enviado um técnico ao lugar onde a tinta vencida ficou estocada, para avaliar as condições climáticas e das embalagens; além de ser retirada uma amostra para ser avaliada em laboratório. De acordo com o resultado destas análises, o fabricante pode vir a estender a validade do lote por mais algum tempo. Como este procedimento é custoso e demanda tempo; não é feito para pequenos clientes. Sabedores deste procedimento dos fabricantes, alguns profissionais da pintura arriscam usar a tinta já vencida sem qualquer avaliação, alegando apenas que já viu em alguma indústria ou obra a tinta ter seu prazo de validade estendido pelo próprio fabricante e passam esta informação sem o conhecimento profundo do processo.

No caso de pequenas quantidades, você deve se concentrar no cálculo correto da quantidade que vai precisar; e em caso de uma eventual sobra sugiro que faça a doação para um vizinho ou uma entidade como uma escola, por exemplo, que venha a usar a sobra de imediato.

ERRO # 5: Não seguir as recomendações do fabricante com relação ao uso do solvente

Nunca dilua a tinta ou verniz com solvente diferente do recomendado pelo fabricante. Muitas vezes, no serviço de pintura o “pintor” verifica a necessidade de diluir a tinta para facilitar a sua aplicação. A função do diluente é exatamente esta: facilitar a aplicação; no entanto esta diluição não pode ser feita com qualquer solvente. O que acontece muitas vezes é que é utilizado um solvente de limpeza qualquer que já se tenha à mão e depois quando surgem os defeitos, o “pintor” procura justificá-los com outras razões quaisquer, por não conhecer o assunto em profundidade. Vou citar alguns defeitos de pintura que podem ocorrer quando a tinta ou o verniz é diluído com solvente inadequado: porosidade, nivelamento deficiente, crateras, brilho deficiente, escorrimento, secagem deficiente dentre outros.

Tome nota

Na realidade, os 5 erros que listei neste artigo, devem ser considerados em qualquer pintura em madeira que você for executar; não só para a pintura de portas com pintura velha. E os erros de número 4 e 5 não são aplicados apenas em tinta para porta de madeira; devem ser levados em conta para qualquer pintura e para todos os tipos de tinta. O fato é que tinta é um produto químico basicamente formulado com resina, solvente, pigmento e aditivo(s). Verniz é formulado igual a uma tinta sem o pigmento. Para atingir os seus propósitos, tanto a tinta como o verniz; quando usados; devem ser processados exatamente como o seu fabricante informa e assim você vai evitar resultados desastrosos. Tenha sempre em mente que se você seguir corretamente as recomendações do fabricante da tinta ou verniz, com certeza vai ter sucesso. 

Conclusão

Neste artigo você aprendeu que não deve pular o pré-tratamento: isso vai comprometer a reforma da porta de madeira, não deve aplicar tinta óleo na porta de madeira molhada ou úmida, não deve pintar as laterais da porta sem avaliar se vai aumentar sua dimensão e impedi-la de fechar totalmente, não pode usar produtos vencidos para realizar a pintura e que deve seguir as recomendações do fabricante com relação ao uso do solvente.

Descubra como pintar profissionalmente uma porta de madeira nova ou já pintada mesmo que você seja iniciante

Seu email está 100% seguro.

 

Se você tiver alguma dúvida sobre pintura em madeira, deixe seu comentário abaixo e descreva sua dúvida, faremos o possível para ajudar.     


Rosemary Coutinho
Rosemary Coutinho

Rosemary coutinho é fundadora do site www.opintorconsultoria.com, é uma profissional formada em Química Industrial com mais de 20 anos de experiência na área de pintura, tintas e corrosão. Fez diversos cursos de aprimoramento nesta área, inclusive o de pintura industrial fornecido pela ABRACO e é também qualificada pela Petrobras como Inspetora de Pintura Industrial. Possui profundo conhecimento na área de qualidade, certificação em ISO 9000; documentação de qualidade, data-book de obras e é auditora interna da ISO 9001.

    25 replies to "5 Erros Que Você Não Deve Cometer ao Pintar Uma Porta de Madeira Com Pintura Velha"

    • Jane Darckê

      Só agradecer as dicas. Renovei uma mesinha de centro, outrora pintada de creme, e agora está zerada, depois que descobri que é de mogno maciço. Que sacrilégio pintar mogno! Mas agora está linda! Obrigada.

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá, Jane. Fico feliz com o seu sucesso e em saber que te ajudei. Obrigado pelo retorno e comentário.

    • ROSENIL SILVA

      boa tarde, a porta de meu banheiro e nova e pintada com verniz. quero pinta-la com tinta branca. como devo proceder e qual tinta usar. muito agradecido.

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá, Rosenil. Como não sabemos qual a base do verniz aplicado na porta, eu te recomendo remover este verniz com lixamento. Se você tiver uma lixadeira elétrica o serviço será muito mais rápido. Depois remova todo o pó do lixamento e aplique 2 demãos de tinta branca para madeira, seguindo as recomendações do fabricante da tinta que você escolher. Obrigado pelo comentário.

    • Douglas Melchioretto

      Olá Rosimery. Tomei conhecimento do seu blog a pouco tempo e ja virei admirador. Nada de atalhos para se realizar um serviço bem feito ! Mas hoje tenho uma dúvida que me deixa intrigado: estou reformando um armário aéreo, a ser instalado em uma cozinha residencial. O mesmo e de compensado com partes em madeira, mas todo revestido de laminado, na cor cerejeira. Realizei o lixamento prévio com lixa grano 80, e pretendo finalizar com grão 220. No entanto pretendo aplicar epoxi bicomponente, com catalizador amina, mais resistente a agentes quimicos, gorduras e afins (aprendi isso aqui :-)). É possível tem problema na pintura com esse tipo de revestimento, já que aparentemente já existia um revestimento aparentemente envernizado no móvel?

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá Douglas:Sim, existe a possibilidade de defeitos de pintura devido a incompatibilidade entre tintas; já que você não sabe qual a base do verniz existente. Minha sugestão é que você retire este verniz com lixa antes de aplicar a nova tinta. Muito obrigado pelo comentário e pela admiração pelo site.

    • thais zanoni

      Olá, por favor, me ajuda. O pedreiro veio e pintou minha porta de rosa, mas ficou mto ruim o acabamento. Depois de um tempo, contratei outro pintor, ele passou uma tinta vermelha que pedi, mas ainda assim mostrou mais imperfeições, ficou feia. Agora pedi pro mesmo, arrumar, ele está passando o branco e a porta está ficando rosa. Se daqui algum tempo, esperando secar, será que ela volta a ficar branca? Outra coisa, a porta já não está mais fechando.

      Obrigada

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá Thais. Sua porta está com excesso de tinta e as suas dimensões já estão ultrapassando o máximo que poderia atingir. Minha sugestão: remova todas as tintas aplicadas com uma lixadeira elétrica, até chegar na madeira. Comece a pintar como se fosse uma porta nova que nunca recebeu tinta. Desta maneira você terá a sua porta nas dimensões corretas permitindo seu fechamento como deve ser; e na cor que escolher, sem interferência de outra cor. Obrigado pelo comentário.

    • ´Sandra Soares

      Boa tarde.
      Vou pintar as portas do meu apartamento que estão bem sujas e empoeiradas.
      Elas são brancas mas quero usar uma cor escura, marrom ou preto.
      Qual o procedimento mais adequado para este caso?
      Obrigada

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá Sandra. Você deve fazer uma limpeza. Use detergente neutro. Remova o detergente com pano úmido e seque totalmente. Depois lixe levemente com lixa fina toda a porta, remova o pó de lixamento e aplique 2 demãos da tinta mais escura. A nova tinta deve ser de mesma base que a tinta antiga; só a cor que muda; para que não haja incompatibilidade entre tintas. Obrigado pelo comentário.

    • Juliana

      Bom dia.
      Minhas portas sao velhas, apartamento alugado. Nao estou querendo gastar muito. Bem… minhas portas estao soltando a tinta velha, posso passar a massa p igualar a tinta e sem lixar, passar a tinta nova? Tenho 1 filho e uma cachorrinha que sao muito alergicos a poeira.

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá, Juliana. Já que você não pode lixar, faça uma limpeza na porta antes de aplicar a massa. Limpe com pano embebido em solução de detergente neutro, depois só com água para retirar o detergente e seque totalmente a porta. Dependendo do estado de sujeira da porta, pode ser que só esta limpeza garanta a aderência da massa na tinta antiga; mas não é garantido. para uma porta velha, o ideal é lixar, retirando toda a tinta antiga, deixando a madeira totalmente limpa sem tinta. Boa sorte e obrigado pelo comentário.

    • José Mario Nascimento

      Boa tarde! Tenho que pintar duas janelas de madeira, há dois anos foram pintadas com tinta a óleo, onde a tinta está soltando e a madeira está a mostra. Por elas ficarem muito expostas ao sol forte e a chuva de vento, qual o pré-tratamento, massa e tinta devem ser utilizadas para ter um resultado mais duradouro? Obrigado.

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá José Mario. Lixe toda a pintura antiga e aplique massa onde necessário. Para aumentar a durabilidade do serviço você deve aplicar a tinta de acabamento resistente aos intempéries; que são os raios do sol e a chuva. Ao adquirir a nova tinta, esta deve ser para exterior. Bom trabalho. Obrigado pelo comentário.

    • MARIA

      A porta está com a pintura toda escapelando , quero saber se lixo e depois pinto ?

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Olá, Maria. Sendo a sua porta de madeira ou de ferro, você deve retirar com espátula toda a tinta solta e depois lixar. Remover todo o pó gerado pelo lixamento e pintar. Só tenho a acrescentar que se a porta for de ferro, você também deve remover toda a ferrugem para depois pintar.
        Espero ter te ajudado. Obrigado pelo comentário.

    • Lucia Kretzmann

      Boa Noite! As portas do meu apartamento são muito antigas e já receberam várias camadas de tinta ao longo do tempo (o apartamento foi construído em 1955). Gostaria de remover todas as camadas antigas com removedor Striptizi ou Pintoff, mas os pintores que chamei para orçamento preferem usar lixa, dizem que esses removedores danificam a madeira. Acha que conseguirei um bom resultado fazendo apenas uso da lixa? O último serviço ficou péssimo, não durou dois anos. A tinta já “rachou” em vários lugares e as molduras estão visivelmente engrossadas pelo excesso de camadas velhas. Obrigada pela ajuda!

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Boa noite, Lucia. A remoção química de tinta ( usando removedores) é complicada por vários motivos; o principal deles é que os produtos químicos são muito tóxicos e por isso hoje em dia os removedores possuem ação fraca; devido a exigências de órgãos responsáveis por estes produtos. No seu caso, que a madeira possui várias demãos de tinta, torna-se um trabalho difícil, lento e perigoso. Por isso o mais indicado é o lixamento. Mas para ficar bom, o ideal é usar lixadeira elétrica, que vai retirando as camadas de tinta até chegar na madeira. Você vai precisar de um profissional experiente e habilidoso no trabalho com lixadeira elétrica, para retirar toda a tinta sem danificar a madeira. O lixamento manual não é adequado porque vai levar muito tempo para a retirada de várias camadas de tinta envelhecida. Espero ter te ajudado. Obrigado pelo comentário.

    • vital de oliveira

      Boa Tarde.
      A pintura de uma porta virgem pode ser pintada com Esmalte Sintético ou Verniz. Em que momento devo aplicar o fundo preparador e ou a seladora. Resimindo:
      posso aplicar o fundo preparador para o verniz e a seladora para oesmalte sintético. Mande os comentarios para o Email.

      • Lucia

        Gostaria de saber a resposta:
        A pintura de uma porta virgem pode ser pintada com Esmalte Sintético ou Verniz. Em que momento devo aplicar o fundo preparador e ou a seladora. Resimindo:
        posso aplicar o fundo preparador para o verniz e a seladora para o esmalte sintético

        • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

          Olá Lucia. O selador para madeira deve ser aplicado na madeira virgem se você for aplicar como acabamento o verniz. O fundo preparador deve ser aplicado na madeira se você for pintar a porta com esmalte sintético. Sua porta sendo de madeira maciça, o selador ou fundo deve ser aplicado após a aplicação do imunizante. Obrigado pelo comentário.

    • Maira

      Parabéns pelo e-book, muito bem escrito, claro e objetivo. Tenho uma dúvida e gostaria de saber se você pode me ajudar. Posso passar óleo de linhaça em uma superfície de madeira pintada com tinta óleo?
      Obrigada.

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Bom dia, Mayra: Não. O óleo de linhaça é usado diretamente sobre a madeira, ele não adere sobre a tinta. É importante saber também, que este óleo só deve ser usado se a madeira estiver em ambientes internos. Isto porque se for exposto ao sol, ele pode manchar a madeira. Muito grata pelo comentário.

    • marilane

      uma porta de madeira pintada com tinta oleo.Que tinta posso usar por cima pra fazer uns desenhos ?

      • Rosemary Coutinho Rosemary Coutinho

        Boa tarde, Mari. Use tinta a óleo e se você souber qual era o fabricante da tinta usada na porta, use o mesmo. Se não souber, use uma tinta a óleo de boa qualidade.
        Obrigado pelo comentário.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.